header-logo.png Instituto Kailua
#AVIDALAFORA – França – Vale a pena imigrar?
a vida lá fora, aula de francês, frança, Francês, imigrar, paris,

#AVIDALAFORA – França – Vale a pena imigrar?

FRANÇA

Terra de grandes histórias, belezas incríveis e obras de arte incomparáveis, isso ninguém pode negar. Mas, será que ainda vale a pena migrar para a França e deixar a vida no Brasil para trás? Vem descobrir com a gente uma série de prós e contras para que você tome sua decisão final!

CARACTERÍSTICAS GERAIS

A França é um país localizado no oeste da Europa e possui como capital a cidade de Paris. Sua língua oficial é o Francês, mas existem ainda alguns dialetos regionais, como o alsaciano, o bretão, entre outros. A moeda oficial do país é o euro, mas alguns territórios do Oceano Pacífico Sul ainda utilizam o Franco CFP: a Polinésia Francesa, Wallis e Futuna (coletividade ultramarina francesa a leste da Austrália) e o arquipélago de Nova Caledónia.

COMO MORAR NA FRANÇA?

Para que os brasileiros consigam entrar na França é necessário o pedido de vistos para o Consulado Francês. O tipo de visto irá depender da duração da sua viagem, bem como de seus objetivos no país. O visto de estudante, por exemplo, pode ser concedido de forma provisória – para estadias entre 3 e 6 meses – ou de forma mais duração, para cursos acima dos 6 meses. De qualquer forma, é sempre importante entrar em contato com a embaixada brasileira, se já estiver lá, ou com o consulado se ainda estiver procurando o tipo de visto que se encaixa melhor aos seus planos.
De acordo com as categorias de vistos existentes, que abarcam estudos, trabalho, investimento, por casamento, entre outros, você só poderá solicitar sua residência de forma mais permanente na França se possuir um motivo registrado para ir, como a carta de aceitação de uma universidade, a transferência em sua empresa, etc.
Vale a pena procurar os consulados franceses no Brasil para conseguir informações mais detalhadas e específicas quanto a documentação.
E, saindo um pouco sobre as partes mais burocráticas, vamos aos pontos positivos e negativos de morar na França. Preparados?

PONTOS POSITIVOS


Educação gratuita e de qualidade até o ensino médio
Claro que existem escolas privadas na França, mas as escolas públicas são totalmente gratuitas, de qualidade e laicas, além de abarcarem alunos do maternal até o final do ensino médio.
Aprender um novo idioma
O francês pode parecer à primeira vista uma língua mais complicada, mas é incrível de aprender. Lembre-se, saber uma nova língua é sempre aumento de bagagem cultural. E, claro, pode sempre contar para o seu currículo.
Berço cultural e gastronômico
A França é um país abarrotado de acontecimentos históricos, então não se espante de encontrar placas e inscrições históricas apenas por andar na rua. Além disso, você pode ter acesso a muitos museus gratuitos e shows, atividades culturais não faltam. E, não poderíamos deixar de mencionar a culinária francesa, uma das melhores do mundo. Crepes, croissants, ratatouille, entre tantos outros pratos que você terá a possibilidade de provar. Não quer perder esta oportunidade, né?
 

PONTOS NEGATIVOS

Custo de Vida
Considerando que até a data de hoje, a cotação do Euro estava R$4,42 já é possível imaginar que o custo de vida na França é consideravelmente mais caro do que no Brasil. Mas, claro que se você ganha em Euro, gastará em Euro, então ficar convertendo não dá muito certo (o que muda totalmente se está indo para a França apenas para estudar, custeando todos os gastos, sem poder trabalhar por lá. Aí sim, é bom que pondere os gastos de acordo com suas necessidades). 

De acordo com comparações do site Numbeo entre Paris e Rio de Janeiro, os preços dos aluguéis em Paris são 206, 52% mais caros do que em solo carioca, mas o poder de compra local dos parisienses 81,45% maior que dos cariocas.
Relacionamento com as pessoas
Os franceses são conhecidos por serem mais fechados, nem sempre tão abertos a uma conversa do nada na fila ou no elevador, como costuma acontecer aqui no Brasil. É uma questão mais cultural, mas pode fazer diferença no seu cotidiano por lá.
Adaptação
Ainda que aprender uma nova língua seja uma experiência maravilhosa, você estará longe de casa, da família, com uma cultura um pouco diferente da sua. Pode ser um um pouco estranho e contar como ponto negativo para a sua viagem.
 
Para te deixar mais por dentro sobre a mudança para o país, conversamos com a Caroline Luymar, brasileira de 26 anos que mora atualmente na França.
“Meus planos pra me mudar pra França começaram em 2014, quando eu trabalhei na copa do mundo e tive acesso a um ambiente internacional de trabalho pela primeira vez. Meu supervisor era francês e eu queria muito aprender seu idioma, mas não é uma língua muito acessível no Brasil, já que os cursos mais conhecidos costumam ser muito caros.  E, eu sempre quis morar fora do Brasil pra conhecer outras culturas, então, a França foi o país que escolhi pra poder aprender o francês e, também porque é um dos poucos países da união europeia onde a gente pode estudar e trabalhar, sem preços absurdos de mestrado (UK tem mestrados a 20 mil libras, Espanha também, etc)”, ela nos conta.
Caroline diz que foi para o país pelo programa Au Pair em Setembro de 2017, sem falar francês, mas que o programa é para estrangeiros que querem aprender uma língua – e podem trabalhar enquanto aprendem.
“Eu trabalhei para uma família francesa que me pagava um salário, me fornecia um estúdio independente e trabalhava 16 horas semanais. Depois de 10 meses como babá, eu postulei para um programa francês que eles chamam “Alternance”, que é você fazer o seu ensino (seja ele faculdade, técnico, mestrado, MBA, etc) em uma instituição francesa e você trabalhar na área em uma empresa que vai financiar seu ensino. No meio de 2018, passei no processo na empresa e na instituição e em setembro do mesmo ano, comecei o contrato de trabalho e meu MBA – que vai até setembro de 2020.”
Ela conclui a entrevista dizendo que voltaria a morar no Brasil, mas que este retorno ainda não está em seus planos recentes.
Agora é com você e seus objetivos na França. Claro que demos apenas alguns exemplos, é importante que considere os seus próprios prós e contras, que coloque na ponta do lápis se valerá a pena migrar para o país. Nós do Instituto Kailua podemos te ajudar com o francês, entre em contato com a gente e agende suas aulas!

Mayra Bragança

Compartilhe em suas redes sociais:

RSS
E-mail
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram

Sobre o autor:

Instituto Kailua

Instituto Kailua

O Instituto Kailua é um negócio social que visa levar a educação a lugares onde ela ainda não chega ou é escassa.

Desenvolvemos um sistema ''um para um'', onde cada aluno pagante financia o ensino de quem ainda não pode pagar.

O IK oferece aulas de inglês, espanhol, francês, alemão, italiano, árabe, iorubá, reforço escolar e muito mais.

0 0 vote
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments