header-logo.png Instituto Kailua

Artigos publicados para a categoria: CULTURA

Volta às aulas na Alemanha
alemanha

Volta às aulas na Alemanha

Para marcar a entrada na “parte séria da vida”, alunos ganham a “Schultüte”, um cone recheado de presentes. É uma prática cultural comum na Alemanha e um dos eventos mais importante na vida de uma criança alemã.

Ler artigo
O Carnaval na Alemanha
alemanha

O Carnaval na Alemanha

Diferente do nosso carnaval, em Munique não é feriado, mas as datas deste período, devido às tradições da igreja católica, são registradas no calendário. Em alguns estabelecimentos comerciais, na terça de carnaval trabalha-se meio expediente.

Ler artigo
A religião na Alemanha
alemanha

A religião na Alemanha

Por incrível que pareça, há mais católicos no país do que protestantes. E é isso que mostra a reportagem do Tagesschau.

Ler artigo
Variações linguísticas na língua alemã
alemanha

Variações linguísticas na língua alemã

Segundo o autor Bernardo Limberger, existem diversas variações fonéticas em todo o território alemão , inclusive na Áustria em que o alemão é bem difuso.

Ler artigo
A primeira árvore de Natal da Alemanha
alemão

A primeira árvore de Natal da Alemanha

Uma festa sem árvore é impensável para grande parte das famílias alemãs. O famoso pinheiro decorado com bolas e luzes só surgiu há cerca de cem anos. Várias cidades reivindicam a honra de ter montado a primeira árvore.

Ler artigo
Tradição alemã natalina
alemanha

Tradição alemã natalina

Na Alemanha, o meticuloso processo de preparação para o Natal, que começa quatro domingos antes da data, culmina no dia 24 de dezembro. É quando as barraquinhas das feiras natalinas costumam ser desmontadas, dando fim à temporada do Glühwein, o vinho quente alemão, e dos bolos e biscoitos aromáticos.

Ler artigo
Dia de Todos os Santos na Alemanha
alemanha

Dia de Todos os Santos na Alemanha

Na Igreja Católica, o dia de “Todos os Santos” é celebrado no dia 1 de novembro e o de “Finados” no dia 2 de novembro. Esta tradição de recordar (fazer memória) os santos está na origem da composição do calendário litúrgico, em que constavam, inicialmente, as datas de aniversário da morte dos cristãos martirizados como testemunho pela sua fé, realizando-se, nelas, orações, missas e vigílias, habitualmente no mesmo local ou nas imediações de onde foram mortos, como acontecia em redor do Coliseu de Roma.

Ler artigo