header-logo.png Instituto Kailua
O segredo da exclamação (!!!!)
exclamação, lingua portuguesa, ponto de exclamação, português, produção textual, texto,

O segredo da exclamação (!!!!)

Ponto de exclamação: quando usar?

Escrito por: Natalia Ricardo

O ponto de exclamação (!) consiste em um sinal gráfico utilizado na produção textual. Ele é empregado no final das frases exclamativas e transmite a ideia de espanto, admiração, alegria, indignação e entusiasmo, por exemplo.

Você sabe em quais situações deve utilizar o ponto de exclamação em um texto? Caso sua resposta tenha sido negativa, não precisa se preocupar. Nós do Instituto Kailua reunimos umas dicas neste post para que você se saia muito bem em qualquer avaliação.

1. Vocativo

Vocativo é um termo acessório que serve para chamar ou invocar o ouvinte. Nesses casos, utilizamos o ponto de exclamação. Para melhor entendimento, observe os exemplos a seguir:

  • José, você é muito bonito!
  • Maria, não pise na grama!

Vale acrescentar que, em alguns casos, o ponto de exclamação é utilizado depois do chamamento. Acompanhe a seguir:

  • Carlos! Venha já para dentro!
  • Filhos! Venham sentar à mesa!

O ponto de exclamação pode aparecer, ainda, em uma frase que expressa chamamento.

  • Pessoal!
  • Família!

2. Pontos de exclamação e interrogação juntos

É sabido que o ponto de interrogação é utilizado para fazer perguntas. Quanto ao ponto de exclamação, é utilizado em situações de emoção. Entretanto, podemos encontrar frases e expressões em que os dois pontos aparecem juntos.

Em frases assim, o objetivo é fazer uma pergunta assimilada ao sentimento de emoção. Veja os exemplos a seguir:

  • Você realmente não quer sobremesa?!
  • Ela não gosta mesmo de chocolate?!

Com base nos exemplos acima, entende-se que a pessoa realizou um questionamento e, simultaneamente, demonstrou surpresa. A frase transmite espanto, visto que um número considerável de pessoas aprecia o chocolate e aceita sobremesa.

Cabe acrescentar que o ponto de interrogação e exclamação juntos pode se referir a uma expectativa diante de algum fato associado a ausência de resposta:

  • O que eu podia fazer?!
  • Está achando que eu sou o quê?!

É possível, também, utilizar mais de um ponto de exclamação. O objetivo consiste em dar mais ênfase ao enunciado, conforme as sentenças abaixo:

Surpresa!!!

Não acredito!!!

3. Verbos imperativos

Os verbos imperativos podem expressar um conselho, pedido ou ordem. Nesses casos, o ponto de exclamação finaliza tais sentenças. Acompanhe:

  • Não fale desse jeito! Estamos em uma reunião de pais e professores.
  • Veja isso! Estou muito feliz com meu carro novo.
  • Levantem-se agora! A cadeira está quebrando.

Saia já daí! O fogão pode te queimar.

4. Interjeição

Interjeições são palavras que expressam sentimentos. Nesses casos, o pontos de exclamação é utilizado, conforme demonstram as frases abaixo:

  • Oba! Ganhei um brinde!
  • Ah! Que bom que você chegou!
  • Obrigada! Você é muito gentil!
  • Alô! Eu gostaria de falar com a Sra. Terezinha, por favor.
  • Viva! Eu comprei um carro novo!

5. Letras maiúsculas

Uma dúvida muito recorrente em relação ao ponto de exclamação é: devo utilizar letra maiúscula na sequência? Sim, é necessário.

Tanto o ponto de interrogação quanto de exclamação possuem o mesmo valor do ponto final. Isso é, eles são empregados no final para indicar o término da oração. Sendo assim, a frase seguinte deverá ser escrita com letra maiúscula. Observe:

  • Meu Deus! Você falou com ele sobre o acidente?
  • Oi! Como vai?
  • Que bebê lindo! Parabéns!

Lembre-se que a leitura e a escrita caminham de mãos dadas. Sendo assim, é fundamental ler bastante para identificar as principais nuances da língua portuguesa. Quanto mais você se dedicar, maior será o seu vocabulário e, consequentemente, melhor será a sua escrita. Paralelo a isso, quanto mais textos você produzir, melhor será a sua compreensão textual.

A leitura deve ser um processo de descobertas prazeroso. Isso significa que você deve escolher o gênero da sua preferência. Além disso, ler uma quantidade considerável de livros não significa que o tempo está sendo otimizado. Ler requer atenção para assimilar as palavras novas, lembrar os nomes dos personagens e entender a essência do livro. Há quem goste de marcar páginas ou de utilizar caneta marca-texto. Um dos objetivos é se aprofundar sobre aquele tema, procurar pelo significado de palavras novas ou entender melhor as ideias do autor.

Caso se sinta confortável, reescreva textos ou livros. Note se conseguiu absorver a ideia do autor e faça uma resenha crítica. Tente fazer um texto conciso e no estilo cobrado em provas e concursos. É fundamental ter em mente que esse processo é contínuo e requer dedicação. O importante é não fazer do seu cérebro um acumulador de informações. Coloque no papel, faça um blog, aproveite os recursos digitais.

Fale com pessoas sobre as suas experiências de leitura e escrita. Se quiser, envia para nós as suas indicações de livros.

Nós do Instituto Kailua adoraríamos saber o que você está lendo no momento!

Compartilhe em suas redes sociais:

RSS
E-mail
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram

Sobre o autor:

Natália Ricardo

Natália Ricardo

Nascida no interior do Rio de Janeiro e formada em Letras pela UERJ. Eu cresci rodeada de livros e hoje me encanta ler e ouvir histórias. Uma pessoa apaixonada por culturas diferentes, dias de sol escaldante e mar convidativo. Adoro viajar, ler bons livros e assistir filmes de suspense.

0 0 vote
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments