header-logo.png Instituto Kailua
Quer estudar fora? Conheça mais sobre a Irlanda
estudante, Inglês, intercâmbio, internacional,

Quer estudar fora? Conheça mais sobre a Irlanda

IRLANDA

#ESTUDANTEINTERNACIONAL

Estados Unidos. Inglaterra. Quando alguém pensa em estudar inglês, com certeza estes são os primeiros destinos pensados, principalmente porque a mídia em peso nos oferece produções estadunidenses e inglesas, fazendo com que as pessoas pensem que apenas nestes países vale a pena estudar inglês. É com esse propósito que te apresentamos uma nova opção. Já pensou em estudar na Irlanda? Não? Então, vem com a gente ver o que é preciso para ser um #EstudanteInternacional.
E, como já fizemos nas outras edições desta hashtag, vamos começar te localizando geograficamente e historicamente. A primeira coisa que deve saber é que existem duas Irlandas, isso pode te confundir um pouquinho. A história de separação da
República da Irlanda e da Irlanda do Norte é bem longa, mas resumindo: a divisão aconteceu por questões políticas, graças a brigas por anexar o território aos domínios ingleses desde o século XII, bem como por problemáticas religiosas, já que os britânicos recém-chegados eram em sua maioria protestantes, enquanto a população irlandesa seguia o catolicismo.
Assim, os britânicos acabaram se concentrando mais ao norte do país. A hostilidade seguiu até a década de 1920, quando o parlamento inglês determinou o autogoverno das duas regiões: a Irlanda e a Irlanda do Norte! Aqui, focaremos na Irlanda, cuja capital se estabelece em Dublin.
 
Visto
Com o objetivo de oferecer aos estudantes uma ótima qualidade de ensino, o governo irlandês fez algumas mudanças durante os últimos cinco anos no que diz respeito às regras de permanência de #EstudantesInternacionais. Depois desta reforma, os estudantes matriculados em cursos de inglês podem solicitar vistos de 8 meses, onde seis destes devem ser dedicados ao curso e os outros dois contariam como as férias do estudante. Contabilizando o tempo de renovação do período do visto, o estudante pode permanecer no país apenas por dois anos, após este período deve se inscrever em um curso universitário. Além disso, se você estiver planejando se matricular em um curso na Irlanda, é fundamental que fique de olho na ILEP (Interim List of Eligible Programmes), lista oficial responsável por dizer quais são as instituições aptas a receber estudantes estrangeiros, que é atualizada normalmente duas vezes ao ano. E, as escolas pertencentes a esta lista ainda são obrigadas a fornecer um seguro ao estudante, o Learner Protection que garante ao aluno realocação gratuita caso a escola escolhida tenha que encerrar suas atividades.
A questão financeira também é importante na hora de pleitear o visto estudantil, já que o aluno precisa comprovar renda mínima de 3 mil euros para conseguir a entrada no país. A facilidade, agora, é que os extratos bancários de contas estrangeiras podem ser usados como comprovante de renda, bem como comprovantes de instituições irlandesas ou extratos de cartões pré-pagos.
Vantagens de estudar na Irlanda
Trabalhar e estudar ao mesmo tempo

No momento de escolher um país para fazer um intercâmbio, esta é uma questão importante! Na Irlanda, a pessoa com o visto estudantil pode trabalhar durante 20 horas semanais e, durante os meses de férias oficiais do país – entre maio e agosto, depois entre 15 de dezembro e 15 de janeiro – durante o período completo, 40 horas semanais.
Uma volta ao passado
As paisagens irlandesas são maravilhosas, uma combinação única entre o medieval e o moderno, com diversos museus, castelos e construções medievais, além de diversas paisagens intocadas. O país certamente te fará cair de amores, enquanto viaja por sua história.
Povo caloroso
Os irlandeses são conhecidos por sua hospitalidade, sendo muito comparados com os brasileiros neste quesito. Isso é bastante positivo, mas tome cuidado para se adaptar aos costumes locais, já que a cultura é diferente em cada país.
Para termos uma ideia melhor, conversamos um pouco com o João Marcos Nantes, de 21 anos, ex-aluno de inglês do Instituto Kailua, que decidiu fazer o intercâmbio para a Irlanda em julho de 2018, chegou lá em outubro e retorna ao Brasil apenas em março.
“A maior diferença que encontrei com o Brasil, com certeza, foi o clima úmido de chuva quase todos os dias e isso não me agradou muito. A comida também é um diferente, mas é uma coisa que você se acostuma com o tempo.

O que eu encontrei de semelhante acho que foi a recepção das pessoas, são muito receptivos e acolhedores. O povo é bem mais educado do que no Brasil.
Para as pessoas que quiserem fazer intercâmbio, eu recomendo a Irlanda, valeu muito a pena, tem sido uma grande experiência e faria tudo de novo. O único problema para mim realmente foi o clima e acho que escolhi a cidade errada. Eu vim para Cork que é uma cidade muito pequena se comparada ao Rio de Janeiro, onde eu costumava morar. Se eu tivesse que mudar alguma coisa, eu teria ido para Dublin.
O Instituto Kailua ajudou bastante, as aulas com o Raphael melhoraram muito meu nível de inglês para chegar aqui já sabendo bastante coisa.”
E, então? Ficou convencido em estudar na Irlanda? O custo de vida costuma variar de cidade para cidade, mas é mais acessível se compararmos com outros países da Europa. Dublin, por exemplo, foi listada no ranking de cidades com melhores custos de vida – Cost of Living Index 2018 em 36º lugar. Por isso, pegue seu chapéu verde para comemorar o St. Patrick’s Day, agende suas aulas de inglês no Instituto Kailua e fique com a gente para novas dicas de lugares para se transformar em um #EstudanteInternacional.

Compartilhe em suas redes sociais:

RSS
E-mail
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram

Sobre o autor:

Instituto Kailua

Instituto Kailua

O Instituto Kailua é um negócio social que visa levar a educação a lugares onde ela ainda não chega ou é escassa.

Desenvolvemos um sistema ''um para um'', onde cada aluno pagante financia o ensino de quem ainda não pode pagar.

O IK oferece aulas de inglês, espanhol, francês, alemão, italiano, árabe, iorubá, reforço escolar e muito mais.

0 0 vote
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments