header-logo.png Instituto Kailua
Você sabe a hora certa de usar DO x DOES?
did, didn't, do, does, Inglês, to do,

Você sabe a hora certa de usar DO x DOES?

Você sabe a hora certa de usar DO x DOES?

Artigo escrito pela Professora Natália Ricardo
Hello, students!
Prontos para aprender a diferença entre Do e Does?
 

O verbo “to do” é um dos verbos mais utilizados na língua inglesa e por essa razão, pode gerar confusão a quem está começando a estudar o idioma. Esse verbo tem como função principal descrever atividades variadas e, além disso, pode ser usado como um verbo auxiliar, já que ele acompanha os verbos que não podem formar perguntas sozinhos.
 
Ele é usado, também, para falar sobre ações sem uma descrição definida, como no caso dos pronomes “something”, “anything”, e “nothing”. Observe os exemplos:
 
 

  • I need to do my work. – Eu preciso fazer o meu trabalho.
  • Why don’t you do something new? – Por que você não faz alguma coisa nova?
  • She is not going to do anything. – Ela não vai fazer nada.
  • Please, just do your job. – Por favor, apenas faça o seu trabalho.

 
O “do” pode ser usado, ainda, como auxiliar para outros verbos quando desejamos tornar as frases interrogativas e negativas. No último caso mencionado, é usado junto ao termo not (do not/don’t).

  • Does she need anything? – Ela precisa de alguma coisa?
  • I don’t need your help. – Eu não preciso da sua ajuda.
  • I don’t know anything about Math. – Eu não sei nada sobre matemática.

 
O verbo “to do” pode ser usado como verbo de ação:

  • I do lots of exercises when I am the gym with my friends. – Eu faço muitos exercícios quando estou na academia com meus amigos.
  • He does everything at west coast. – Ele faz tudo na costa oeste.
  • I will do my best. – Eu farei o meu melhor.

 
O verbo “to do” poderá ser usado como verbo auxiliar ou ajudante:
Lembram que utilizamos o “Does” para he/she/it?

  • Does he study with you? – Ele estuda com você?
  • Does she have a bike? – Ela tem bicicleta?
  • Does it rain in the Summer? – Chove no verão?

 
E “Do” para todos os outros pronomes pessoais?

  • Sorry. Do I know you? – Desculpe. Eu te conheço?
  • Do you speak English? – Você fala inglês?
  • Do you come from Luxembourg? – Você vem de Luxemburgo?

 
O verbo “to do” tem a sua forma de utilização no passado (past tense), que corresponde ao “did”:

  • Did you call him? – Você ligou para ele?
  • Did she buy all those magazines? – Ela comprou todas aquelas revistas? 
  • Did he clean the room? – Ele limpou o quarto?

 
A forma negativa de “did” é did not e a forma contraída é “didn’t”.

  • I didn’t know she was coming. – Eu não sabia que ela estava vindo.
  • He did not how to say goodbye. – Ele não sabia como dizer adeus.

 
Usamos também para enfatizar algo.
 
Em frases afirmativas, não é necessário utilizar o verbo auxiliar “to do”, no entanto, ao usá-lo, a frase é enfatizada.

  • He does eat everything she sees. – Ele realmente come tudo que vê.
  • She does look like someone who didn’t sleep. – Ela realmente parece não ter dormido.
  • He really drink a lot of tea. – Ele realmente bebe muito chá.

 
Usamos para responder de forma afirmativa ou negativa:

  • Do you really need to drink wine every night? No, I dont. – Você realmente precisa tomar vinho toda noite? Não, eu não preciso.
  • Do you like her? Yes, I do. – Você gosta dela? Sim, eu gosto.
  • Does she live in England? Yes, she does. – Ela mora na Inglaterra? Sim, ela mora.

 
Cabe ressaltar que o verbo “to do”, como verbo principal, possui vários significados. Sabemos que o mais comum é “fazer”, entretanto, há outros, como podemos notar abaixo:

 

  • Do the hair – pentear o cabelo;
  • Do the dishes – lavar a louça;
  • Do the homework – fazer a tarefa de casa;
  • Do a test – fazer uma prova e/ou teste; e
  • Do the irononing – passar roupa.

Não é tão complicado, não é mesmo? Continue praticando e fique cada vez mais próximo do sucesso profissional!
 

Compartilhe em suas redes sociais:

RSS
E-mail
Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram

Sobre o autor:

Natália Ricardo

Natália Ricardo

Nascida no interior do Rio de Janeiro e formada em Letras pela UERJ. Eu cresci rodeada de livros e hoje me encanta ler e ouvir histórias. Uma pessoa apaixonada por culturas diferentes, dias de sol escaldante e mar convidativo. Adoro viajar, ler bons livros e assistir filmes de suspense.

0 0 vote
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments