fbpx
Instituto Kailua - O ensino que vai até você!
WhatsApp: +55 (21) 98304-0143 | +55 (21) 98304-0135

Como estudar para o TOEFL-ITP?

Escrito por professor Matheus Alves

         O exame de proficiência TOEFL – ITP (Test of English as a foreign language – Institutional Testing Program) é atualmente o mais reconhecido internacionalmente para os falantes de inglês como língua estrangeira que têm interesse em mobilidade acadêmica. O TOEFL-ITP é adotado pelo Secretaria de Educação Superior -SESU/MEC como instrumento para mensurar a proficiência linguística de alunos que objetivam entrar em programas de pós-graduação no Brasil ou no exterior. Tal exame é dividido em três partes: listening comprehension (compreensão oral), structure and written comprehension (compreensão estrutural e escrita) e reading comprehension (compreensão leitora).

A parte de compreensão oral possui 50 questões, a serem respondidas em 35 minutos. As questões dessa parte expõem o aplicante a três tipos de contextos de interação oral: breve conversas, conversas estendidas e pequenas palestras. O aplicante responderá questões sobre as informações gerais, específicas, inferidas e sugestivas, e sobre o significado de palavras.

A parte de compreensão estrutural e escrita possui 40 questões, a serem respondidas em 25 minutos. As questões dessa parte avaliam a capacidade do aplicante de identificar erros gramaticais e de formar sentenças gramaticais em língua inglesa no registro formal. Dentre os tópicos gramaticais mais cobrados nessa parte, destacam-se o emprego de verbos regulares e irregulares em tempos verbais diferentes, da correta concordância verbal, de substantivos, de adjetivos, de preposições, de artigos, de advérbios, da correta ordem de palavras e finalmente de conectores de coordenação e de subordinação em língua inglesa.

A parte de compreensão leitora possui 50 questões, a serem respondidas em 55 minutos.  As questões dessa parte avaliam a capacidade do aplicante de identificar informações gerais,  específicas e inferíveis em texto acadêmicos, bem como de relações lógicas entre parágrafos, de elementos coesivos e de conhecimento vocabular. No contexto dessa breve introdução ao exame, 5 dicas de preparação são propostas àqueles que possuem interesse em passar no TOEFL-ITP.

 

  1. Exponha-se ao inglês falado no mundo acadêmico

         A exposição à forma como a língua inglesa é utilizada em contexto acadêmico é uma boa prática de preparação para a primeira seção do exame TOEFL-ITP. Contudo, procure, ao escutar conversas ou palestras em plataformas variadas (Youtube e Spotify, por exemplo), prestar atenção à entonação dos falantes. Esse exercício irá desenvolver sua capacidade de depreender informações implícitas. Atente-se, também, às perguntas propostas pelos falantes e aos objetivos dessas no contexto sob análise. Finalmente, atente-se a novos conceitos ou palavras apresentadas pelos falantes que estão se expressando. Sempre procure pesquisar esses conceitos após a escuta atento da interação oral no qual esses apareceram.

 

  1. Estude a gramática empregada em textos acadêmicos

         Embora o foco do TOEFL-ITP não seja gramatical, é importante que regras gramaticais específicas para contextos formais de interação escrita e oral sejam conhecidas. Sugere-se que se busque um professor especializado no assunto (disponível no Instituto Kailua) ou então que se estude a partir dos seguintes manuais: Building Skills for the TOEFL IBT e Cambridge Academic English (B2C1). No Instituto Kailua, o professor Matheus Alves desenvolveu uma apostila específica para o TOEFL-ITP sobre aspectos gramaticais a serem cobrados no exame. Além disso, é necessário que o vocabulário relacionado a algumas áreas acadêmicas como literatura, arquitetura, artes, engenharia e biologia seja dominado.  

 

  1. Reescreva textos de variados tipos e gêneros

O exercício de reescrita de textos de tipologias e de gêneros variados se configura como uma efetiva maneira para se preparar para a segunda seção do exame TOEFL-ITP. Tente utilizar os conhecimentos gramaticais que você está aprendendo sobre o inglês utilizado em contextos acadêmicos e mude a forma como um texto claramente não acadêmico (notícias, receitas, artigos de opinião) está escrito. Além de praticar seus conhecimentos gramaticais, você desenvolve suas habilidades de paráfrase, de inferência e de depreensão de informações gerais e específicas de textos.

 

  1. Anote seus conhecimentos em um caderno

         Sabe-se que nosso cérebro retém mais informações quando as escrevemos em um caderno ou em algo parecido. Escreva em um caderno cada palavra nova, aprendida a partir dos exercícios propostos neste artigo em 1 e 2, com seus significados, exemplos e com pelo menos dois sinônimos. Anote, também, um resumo das descrições referentes aos tópicos gramaticais estudados que comumente são cobrados no exame.  

 

  1. Leia artigos acadêmicos de tópicos variados

         Como já afirmado, os textos que são mais comumente empregado no exame são das seguintes áreas acadêmicas: engenharia, arquitetura, biologia, literatura e artes. Sendo assim, tente manter um ritmo de leitura de, ao menos, um artigo acadêmico por semana referente a essas áreas. Na leitura dos artigos, tente primeiramente identificar os objetivos e as hipóteses da pesquisa desenvolvida no artigo (informações gerais) e depois a metodologia e os resultados (informações mais específicas). Não se esqueça de anotar as palavras e as construções gramaticais novas em seu caderno e de tentar reescrever algumas partes dos textos utilizando seus conhecimentos.

 

 

 

Comentários

Comentários

Posts Relacionados